AGO textoNo último dia 22 de outubro, às 19h, no auditório ‘Gilfredo Boretti’, na Câmara Municipal de Vereadores, aconteceu a Assembleia Geral Ordinária de aprovação do balanço patrimonial da Santa Casa de Cândido Mota, referente o exercício de 2019, que em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), foi possível somente agora realizá-la presencialmente, atendendo todas as normas de vigilância em saúde. 

Após Frei Décio Pacheco fazer uma linda oração e ler uma mensagem de fé e solidariedade a todos, José Augusto, Presidente da Sessão, declarou aberta a Assembleia Geral Ordinária, a fim de cumprir o edital publicado no dia 10 de outubro de 2020. Everson Cesar Rampazzo, inscrito no CRC 1SP209415/0-5, fez a apresentação do balanço contábil relativo às atividades financeiras da Santa Casa de Cândido Mota, elucidando que em 2019, o total do ativo e do passivo da Santa Casa ficou em R$ 2.315.006,25; com patrimônio líquido negativo em R$ 2.440.725,39. O total da receita líquida dos serviços foi R$ 6.127.606,31; contrastando com o total do custo dos serviços prestados pela Entidade, de R$ 8.899.793,26; cujo resultado bruto foi negativo de R$ 2.772.186,95. As despesas operacionais somaram R$ 675.129,09; R$ 3.353.008,53 foram provenientes de receitas de subvenções e doações; R$ 774.980,83, oriundos de outras receitas e despesas. Logo, o ano de 2019 fechou com um superávit de R$ 680.673,32. Atualmente, a cada R$ 1,00 de dívida, a Santa Casa possui R$ 0,49 para quitá-la. Everson Rampazzo finalizou dizendo que se as atividades continuarem com esta regularidade, logo a Entidade poderá ser auto-suficiente financeiramente. Assim, foi aprovado por unanimidade, o balanço patrimonial do exercício de 2019 da Santa Casa de Cândido Mota. Na ocasião, também houve a aprovação e admissão de novos membros na Irmandade, a fim de usufruírem dos direitos e deveres, além de promover o engrandecimento do nome da Santa Casa de Cândido Mota.

Todos os anos, é realizada a Assembleia Geral de prestação de contas à Irmandade e ao público convidado, como também são publicados em imprensa local, as auditorias de empresas terceirizadas, realizadas nas atividades financeiras da Santa Casa de Cândido Mota.

 

Atualizado em 03/11/2020.